Mulheres Inteligentes Emocionalmente

Minha primeira referência de mulher foi minha mãe. Mulher forte, porém sofrida. Aprendi bem cedo o que eu não queria viver, pois o que eu queria estava longe de alcançar e precisa focar nisto. Uma mente saudável.

Aprendi ainda criança que a mulher mesmo sendo frágil, delicada, amorosa, precisaria ser forte o suficiente para reconhecer sua dependência em Deus, caso contrário sucumbir as exigências de um cotidiano tão desafiador seria inevitável, pois a vida nos exigiria desafios ainda maiores na fase adulta.

Enfim eu cresci. Me tornei mulher, mãe, esposa, profissional, me encontrei em alguns caminhos, me perdi em outros e lá sempre estava a boa e poderosa mão de Deus a me guiar e muitas vezes me resgatar.
Ao longo da minha caminhada até aqui pude conhecer muitas outras mulheres que me influenciaram e fizeram diferença em minha vida. Algumas um pouco mães, outras um pouco irmãs e muitas meninas ás vezes filhas. Conhecê-las me fez encontrar comigo mesma muitas vezes, pois afinal somos um emaranhado de muitas em uma só.

Fazemos tantas coisas ao mesmo tempo é verdade. Somos conhecidas e exaltadas muitas vezes pelo milagre de poder gerar um ser dentro de nós e nos orgulhamos disto. Ninguém mais pode fazer isto. Só nós mulheres.

E a reflexão que esta data me trouxe hoje diz respeito a este “poder” que nos foi dado. Somos fortes sim, temos a força da mulher, podemos gerar um ser dentro de nós por que somos mulher, fazemos muitas coisas ao mesmo tempo por que somos mulher, mas mesmo com tantas habilidades que poderia nos fazer andar na frente, Deus nos deu vida através da costela de um homem, não para avançarmos a sua frente mas para andar ao seu lado.

Eu amo ser mulher e sou muito feliz por isto. Sei que sou forte mesmo que o preço desta força muitas vezes precise ser alto demais, mas se tem algo que tenho aprendido ao longo da vida como mulher, é a importância de reconhecer o valor do homem, afinal, foi um deles que foi pregado em uma cruz para salvar a todos nós.

Que possamos administrar este “poder” com inteligência, nos manter com esta força, garra, dedicação, habilidades e amor como mulher, mas não nos esquecendo que o mundo não pertence só a nós, fomos inseridas nele após o nosso sexo oposto, não para ser melhor ou pior, mas para andar, produzir, semear ao seu lado e conquistar uma vida extraordinária se assim desejarmos.

Feliz Dia Internacional da Mulher para você, mulher linda. Desejo que você, todos os dias, anseie por ser uma Mulher Inteligente emocionalmente.

2 Comentários

  1. Mariza leão

    Amei, como não se identificar com estas palavras,..Rsrs bjao Cláudia Mendes!!!
    Repassando….

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *