A Flor do cacto – O inesperado pode nascer no desfavorável. Confira!

Esta semana recebi um texto simples, curtinho, mas que muito mexeu comigo, trazendo profunda reflexão a respeito de algumas questões.

Imensamente inspirada pelo texto, fui motivada a mudar a foto do perfil de meu WhatsApp para a imagem que você pode visualizar neste artigo. O que eu não imaginava era que mudar a foto do perfil para esta linda foto, fosse me permitir dividir com algumas pessoas esta reflexão, visto que a repercussão foi relevante e muitos entraram no privado para me perguntar se era eu mesma e o que a foto significava.

Desta forma, nasceu este artigo. Resolvi compartilhar com um número maior de pessoas o que aquele texto a princípio tão “simples” e que poderia ter passado despercebido, me fez refletir.

Aprofundando um pouco mais nas pesquisas, descobri que a Flor do cacto é conhecida como a Flor da sabedoria, da perseverança e riqueza.

Algumas espécies são também utilizadas no cardápio para alimentação, permitindo a elaboração de pratos sofisticados e suculentos.

 As flores da família das cactáceas se especializaram em viver em regiões de clima seco e aberto, com muita insolação e em solos formados por cascalho e areia, onde a água escoa muito rapidamente. Existem mais de 2.500 variedades de cactos, que crescem em diversos tamanhos e formas, podendo viver por muitos anos, sempre mantendo as suas cores e o seu vigor, embora atravessem grandes períodos sem chuvas.

São flores que se adaptam aos diversos locais, podendo ocupar espaços mínimos, seus tamanhos variam entre dois centímetros e dez metros de altura.

Deus, utilizando-se da natureza para representar sua tão poderosa perfeição, fez com que esta forte florzinha, para manter sua cor, vigor, força e atrair espécies diferentes de pássaros, foi necessário adaptar-se ao clima aparentemente desfavorável para uma flor. Ao longo do tempo se acostumaram às mudanças bruscas de temperatura nos desertos do mundo, que variam de um calor de até 50 graus positivo durante o dia, caindo para um frio de menos zero grau durante a noite.

Foi necessário adaptar-se a aspereza do cacto e de seus espinhos, que é uma planta de regiões desérticas. Cresce em lugares secos, onde outras plantas enfrentam problemas para sobreviver. Sua capacidade de armazenar água é o que o mantém vivo. São protegidos por espinhos pontudos, o que desestimula os animais a comerem-nos.

O primeiro insight que pude obter através desta história, foi perceber a capacidade de superação da flor do cacto. E como vocês sabem, se tem algo que amo, são histórias de superação.

Esta singela florzinha, teimosa e destemida, mantém sua leveza, beleza e força, mesmo diante do ambiente aparentemente desfavorável que seria o cacto e consequentemente o clima seco que o favorece.

Por esta razão, entendi que este presente da natureza tem muito a nos ensinar.

Quantas situações desfavoráveis já vivemos até aqui? Quantos ambientes secos, áridos, passamos ou ainda estamos passando?

E como temos nos mantido frente a estas situações?

Murchos, sem vida, sem vigor, desanimados, cansados, estressados ou vibrantes, confiantes, otimistas e visçosos como uma flor de cacto?

Sim. Pode não ser tão fácil assim, mas esta linda florzinha através de Deus, nos ensina que as possibilidades existem e estão aqui. Dentro de nós mesmos. Dependendo exclusivamente da decisão de escolher quem seremos e como conduziremos o nosso crescimento e evolução enquanto humanidade.

Descobri com esta amiga florzinha que posso assim como ela, influenciar a vida de outras pessoas, trazendo reflexões relevantes a respeito de como estou, onde estou e onde desejo chegar independente do que estou vivendo e do ambiente que estou inserida e foi esta a razão de produzir este artigo e compartilhar com você, para te estimular a não desistir e permanecer perseverante e firme como uma flor de cacto, vencendo as intempéries do clima, do tempo, da aridez e se mantendo linda e vibrante, fornecendo em muitos casos, alimento aos que precisam, através do milagre de Deus.

Espero que você possa ser inspirado, assim como eu mesma fui.

Abraços de 30 segundos em você!

Saudações inspiradoras.

Claudinha Mendes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *